Suposta mensagem de facção estipula ‘preços’ para mortes de policiais no AM; VEJA:

Uma polêmica mensagem atribuída à facção criminosa Família do Norte (FDN), andou causando terror nesta segunda-feira (7) na população da capital. Nela, estava sendo proposto um ‘preço’ pelas mortes de policiais militares, integrantes da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), delegados da Polícia Civil, promotores e até mesmo juízes do estado.

O autor da mensagem dizia que os “irmãos número 1 e número 2 estariam muito tristes com a Justiça do Amazonas”.

Supostamente, o número 1 e o número 2 seriam os narcotraficantes João Pinto Carioca, o “João Branco”; e José Roberto Fernandes, o “Zé Roberto da Compensa”.

Os preços dos assassinatos estariam entre R$ 10 mil e R$ 100 mil, e ainda haveria um prêmio pelas mortes de juízes e promotores: cargos no conselho gestor da Família do Norte.

Além disso, segundo a mensagem, a facção está disponibilizando recursos financeiros “da caixinha” para a compra de carros e armas, para o cumprimento das missões estabelecidas.

Ainda na noite desta segunda, os próprios delegados de polícia estavam compartilhando a mensagem por WhatsApp.

Confira a suposta tabela de preço:

PM – R$ 10 mil

PM da Rocam – R$ 20 mil

Delegado – R$ 30 mil

Promotor de Justiça – R$ 100 mil e um cargo de chefia na FDN

Juiz – R$ 100 mil e cargo de chefia

Resposta da Polícia

Pouco tempo depois de circular a tal mensagem, uma nova mensagem teria ganhado espaço nas redes sociais. Desta vez, policiais militares, prometendo que responderiam aos criminosos na mesma moeda.

“Então devolve o recado pra cada IRMÃO PM MORTO (30) bandido MORRERÁ e serão caçados dia e noite sem sossego, se mexer com algum família de polícia inocente exterminaremos suas famílias nas visitas aos presídios até VCS BANDIDOS DE MERDA SE AJOELHAREM PERANTE A LEI. O recado tá dado CARANDIDU TÁ PEDINDO BIS, QUEM MANTÉM A LEI E A ORDEM SOMOS OS POLICIAIS MILITARES, PAGA DE DOIDO PALHAÇO QUE TU VAI VER O CIRCO PEGAR”, dizia a mensagem que os PMs fizeram circular pelas redes sociais.

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: