Now Reading:
Rossieli ‘agradece’ Omar | STF abre inquérito contra MDB: Braga está na lista | TSE aponta doações da JBS a Bolsonaro | Saiba mais!

Rossieli ‘agradece’ Omar | STF abre inquérito contra MDB: Braga está na lista | TSE aponta doações da JBS a Bolsonaro | Saiba mais!

AGRADECIDO

E durante o debate sobre a situação das políticas públicas de educação, na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), o ministro da Educação, Rossieli Soares, aproveitou para ‘agradecer’ ao senador Omar Aziz (PSD), a oportunidade de ter sido ministro no governo de Omar. Segundo Rossieli, foi na gestão de Omar onde os indices da Educação mais cresceu nos indices. “Se estou como ministro foi por causa da sua oportunidade dada a mim” disse ele ao senador.

PROPINA

O ministro do STF, Luiz Edson Fachin, determinou abertura de um inquérito para investigar se houve repasses de cerca de R$ 40 milhões da J&F a políticos do MDB durante a campanha eleitoral de 2014. O senador pelo Amazonas, Eduardo Braga, (MDB) está entre os investigados. A decisão foi tomada na última terça-feira (15) e registrada nesta quarta (16) no sistema do STF.

SUSPEITAS

As suspeitas são baseadas nas delações premiadas de Sérgio Machado, ex-senador pelo MDB e ex-presidente da Transpetro, e de Ricardo Saud, ex-executivo da J&F. Nos depoimentos, eles afimam que a empresa faria doações à bancada do MDB do Senado em 2014 no valor de aproximadamente R$ 46 milhões, a pedido do PT.

DEPOIMENTOS

Fachin ainda determinou que o inquérito seja enviado à Polícia Federal, que terá 60 dias para realizar coleta de provas. Nesse período, deverão prestar depoimento: Sérgio Machado, ex-senador pelo MDB e ex-presidente da Transpetro; Joesley Batista, dono do grupo J&F; Ricardo Saud, executivo do grupo J&F; Renan Calheiros, senador pelo MDB; Jader Barbalho; senador pelo MDB; Eunício Oliveira, senador pelo MDB e presidente do Congresso; Vital do Rego, ex-senador pelo MDB e ministro do TCU; Valdir Raupp, senador pelo MDB; Dario Bergher, senador pelo MDB; Helder Barbalho (MDB-PA), ex-ministro da Integração; Henrique Alves (MDB-RN), ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara; Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda e Eduardo Braga, senador pelo MDB no Amazonas.

NOME NA LISTA

O nome do deputado federal e pré-candidato a presidência Jair Bolsonaro (PP) também pode estar ligado as investigações da Operação Lava Jato. No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em “Consulta aos Doadores e Fornecedores de Campanha de Candidatos”, consta que ele recebeu o valor de R$ 200 mil da JBS, durante sua campanha em 2014. O parlamentar postou um video explicando que metade do valor destinado foram devolvidos como ‘doação ao partido’, porém na planilha do TSE voltaram para conta dele como uma doação feita pelo fundo partidário.

VISITANDO

O pré-candidato à Presidência da República pelo PSC (Partido Social Cristão), Paulo Rabello esteve em reunião com o presidente da Fieam, Antônio Silva, durante sua vista na capital nesta quarta. Rabello esteve acompanhado do presidente regional do partido e possivel pré-candidato ao Governo, Wilson Lima (PSC), e deve ainda participar de outro evento do Fieam nesta quinta (17).

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: