Now Reading:
Polícia Civil alerta a população sobre golpe de compra e venda de veículos pela Internet

Polícia Civil alerta a população sobre golpe de compra e venda de veículos pela Internet

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Fábio Aly, titular do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), orienta a população sobre golpe que está sendo praticado em Manaus, envolvendo a compra e venda de veículos pela Internet. Conforme Aly, infratores de outros estados estão anunciando carros e motos de maneira falsa, duplicando anúncios em aplicativos e utilizando imagens fotográficas de veículos já anunciados.

De acordo com a autoridade policial, até o momento já foram registrados somente no 1° DIP cerca de 2 Boletins de Ocorrência (BOs) que possuem as características do esquema ilícito. Fábio Aly ressaltou que a equipe de investigação da unidade policial já está realizando diligências em torno dos casos, para identificar os envolvidos e recuperar o dinheiro das vítimas. O delegado disponibilizou o número da delegacia para contato: (92) 3635-6373.

“Esses estelionatários costumam agir da seguinte forma: primeiro, para dar credibilidade à negociação, eles utilizam um número com o prefixo de Discagem Direta à Distância (DDD) de Manaus e, por vezes, eles se passam por empregados de políticos e empresários conhecidos. Em seguida, eles identificam o comprador e logo acionam o verdadeiro anunciante do aplicativo para que ele se dirija a um cartório de notas, onde é realizado a vistoria do veículo”, explicou o titular do 1° DIP.

Fábio Aly destacou que após a vistoria, esses infratores entram em contato com os compradores e orientam essas pessoas a depositar dinheiro na conta de terceiros, geralmente fora de Manaus. Em seguida eles ainda forjam comprovantes de depósitos bancários.

Orientação – Para não cair no golpe, o delegado Fábio Aly orienta a população com algumas medidas preventivas. “É importante evitar negociações via aplicativo de mensagens e sempre confirmar pessoalmente o número da conta do vendedor e, se possível, exigir que o mesmo repasse o número da conta em manuscrito, para que seja realizado exame grafotécnico. Também é necessário exigir a conta bancária para transferência do valor em nome da pessoa em que o veículo tiver registrado”, aconselhou o delegado.

O titular do 1° DIP destacou, ainda, que a vítima precisa desconfiar de qualquer comprovante de depósitos bancários, confirmando pessoalmente com o gerente se a quantia foi debitada na conta, além suspeitar de qualquer negociação realizada por alguém que não seja a verdadeira compradora do veículo. Segundo Aly, é importante a pessoa ficar alerta quando o comprador insinuar que vai mandar um funcionário ou amigo vistoriar o veículo e autorizar a transferência.

 

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: