Platiny cobra solução pra veto de Lei do Governo | Braga anuncia projetos para 2018 no Senado | Susam anuncia R$ 125 milhões para interior | Saiba mais!

COBRANÇAS

O deputado Platiny Soares (DEM) atacou o Governo pedindo a derrubada de veto a Lei de Ingresso na PM e Bombeiros, Platiny aproveitou seu primeiro pronunciamento deste ano na ALE-AM para cobrar um posicionamento do Governo,que segundo ele estaria travando a execução da LEI Nº 325/2015, de autoria do deputado, que altera o limite de idade para ingressar nestes órgãos. “Não se pode usar do ‘achismo’ para definir que um cidadão de 30 anos não possui um bom condicionamento físico. Esse julgamento só deve ser feito pelos especialistas que avaliam cada candidato, eles sim podem medir essa capacidade” destacou Platiny.

VETO

O governador Amazonino Mendes (PDT) vetou integralmente a Lei de Ingresso na Polícia e Bombeiros Militar. Segundo publicação do Diário Oficial do Amazonas, do dia 29 de dezembro, a decisão proferida foi de VETO TOTAL por inconstitucionalidade material e formal.

DENÚNCIAS

A vereadora Joana D’arc (PR) se defendeu das denúncias de assédio moral à  uma servidora, nepotismo, desvio de função e existência de funcionários que recebiam sem trabalhar dizendo ser vitima de ‘perseguição’. As denúncias já foram encaminhadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT-AM) ao Ministério Público do Estado (MP-AM), o fato foi publicado na edição de ontem (5) do Diário Oficial do MP-AM, e está sob investigação da promotora Neyde Trindade. “Estou sendo alvo de perseguição de pessoas que não gostam do meu trabalho” afirmou Joana.

SENADO 2018

E o senador Eduardo Braga (MDB) fez uma pronunciamento nas redes sociais sobre o inicio dos trabalhos no Senado Federal  reforçando o discurso sobre o ‘compromisso de sempre estar a favor do trabalhador amazonense’. Braga destacou que dará total atenção neste ano a questões como a correção da reforma trabalhista para mulheres lactantes que trabalham em áreas insalubres, a discussão sobre a privatização da Eletrobrás, que segundo ele o setor privado poderá não conseguir arcar com o custo social dado a população amazonense que vive em lugares mais distantes, e também disse lutar para a liberação do pagamento do PIS/PASEP para pessoas a partir dos 60 anos.

SENADO 2018 II

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) disse em seu primeiro pronunciamento no Senado Federal que nunca tinha visto uma abertura de trabalhos legislativos tão ‘desprestigiada’, deixando uma critica ‘bem clara’ a ausência de Michel Temer na Casa. Vanessa prosseguiu dizendo que a reprovação do Governo Temer não reflete apenas nas ruas, mas também como no próprio Senado que estaria totalmente ‘esvaziado’. “Quem votou a favor da reforma trabalhista tinha um acordo com Temer, assim como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia que já adiantou que não irá permitir a aprovação da MP que permite mudar a Reforma” criticou Vanessa.

SAÚDE NO INTERIOR

O Secretário da Saúde, Francisco Deodato, afirmou na manhã desta terça-feira (6) que em 120 dias de gestão, os 12 principais de pronto atendimentos de Manaus, já estão modernizadas e reinauguradas para melhor atender a população. Deodato também afirmou que mais de 20 municípios já foram visitados e que por ordem do Governador do Amazonas, a saúde do interior  deve ser tratada com o mesmo cuidado que a capital. Amazonino Mendes já anunciou um pacote de R$ 125,5 milhões para a saúde, no interior.

 

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: