27.9 C
Manaus
Manaus, 21 de outubro de 2018

Governo Federal garante prazo para recapeamento do Distrito Industrial; CONFIRA

Zona Franca de Manaus
Foto/Divulgação

Atendendo a um pedido da Prefeitura de Manaus e da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), o ministro da Indústria Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, prorrogou o prazo para que o município e a autarquia finalizem os projetos para recuperação das ruas do Distrito Industrial. De acordo com o ministro, a emenda para a obra será mantida pelo tempo necessário à finalização dos projetos.

“Trata-se de uma demanda do prefeito Arthur Virgílio para a prorrogação de prazo do projeto da revitalização das vias do Polo Industrial de Manaus. O que nós decidimos aqui é que no que depende do Ministério, a autorização está dada para que a Suframa possa tratar com o município, verificando tecnicamente qual o prazo adequado para execução dessa obra”, destacou o ministro Marcos Jorge de Lima.

Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, com a prorrogação do prazo, será possível melhor planejar a execução das obras naquela área. “Nós acertamos aqui que a reforma das ruas vai ser possível, mesmo porque a questão dos prazos foi vencida e teremos agora urgência em planejar o ataque com um dos lotes aprovados e os outros dois a serem aprovados nos próximos momentos”, observou o prefeito.

Ainda durante a reunião foi assinado o ato que dá início ao processo de criação do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) como Organização Social, vinculada ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Além do prefeito Arthur e da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, a reunião contou com a participação do senador do Amazonas, Omar Aziz e membros da bancada de deputados do Estado em Brasília: Arthur Bisneto, Conceição Sampaio, Silas Câmara e Pauderney Avelino.

Na avaliação do ministro Marcos Jorge, essa é uma pauta muito relevante para a região Norte, essencialmente para o Amazonas. “Sabemos que esse tema está sendo discutido há vários anos e agora, finalmente, vamos conseguir resolver a situação do CBA, que é fundamental para a realização de pesquisas envolvendo a biodiversidade, principalmente a da Floresta Amazônica”, disse.

Na reunião, o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago, explicou que a pasta vem conduzindo ações que visam reorganizar o Estado, incentivando a criação de estruturas mais fortalecidas, “principalmente nesse momento de ajuste fiscal, quando não há orçamento federal para a gestão de um órgão como o CBA”, disse. Para ele, é importante que o centro tenha autonomia para fazer uma boa gestão das pessoas e conseguir remunerar bem para, consequentemente, atrair um bom quadro de servidores.

Com personalidade jurídica própria e um modelo de gestão descentralizado, o MDIC espera que o CBA possa exercer suas atividades de forma eficiente e, assim, gerar os resultados esperados para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. “A instituição da personalidade jurídica do CBA é um pleito que existe desde a sua fundação, há 16 anos. Esse ato colabora para que o centro se torne cada vez mais célere, eficaz e ativo”, lembrou o ministro Marcos Jorge.

O senador Omar Aziz destacou a importância do centro para a geração de conhecimento da biodiversidade local. “Conhecimento traz melhoria para a vida das pessoas”, ressaltou. Segundo ele, a questão do centro se arrastou por anos e uma das razões era que, em governos passados, havia divergências ideológicas entre ministérios, que impediram que uma decisão definitiva sobre o centro fosse tomada. Situação que foi superada. “A decisão agora não é ideológica. É técnica”, finalizou.

Notícias Relacionadas

Barco naufraga no Rio Amazonas nesta quarta-feira (17). 130 passageiros estavam abordo no momento do acidente

Nadia Saldanha

Governador condecora policiais que participaram de ação em casa lotérica na zona leste de Manaus

Redator Tucumã

Trecho da Avenida Nilton Lins está interditado para reconstrução da ponte

Redator Tucumã
%d blogueiros gostam disto: