Governador anuncia apoio para Festival | Amazonas terá mais municípios? | PF não poderá investigar atentado a Lula | Saiba mais!

PARINTINS

O governador Amazonino Mendes (PDT) informou que irá dar ‘total apoio’ ao Festival de Parintins, que neste ano chega a sua 53ª edição, durante encontro com os presidentes do Caprichoso e Garantido. “Há 30 anos construímos o bumbódromo e fomos muito criticados, mas sabíamos que seria uma alavanca econômica de uma expressão cultural justa, de um povo inteligente, criativo. Vai ser um festival marcante” prometeu.

NOVOS RUMOS

O vereador Reizo Castelo Branco teve que se afastar da presidência regional do PTB, dando lugar ao empresário Cirilo Anunciação, que terá agora a missão de filiar novos nomes a legenda. O afastamento de Reizo se dá ao fato da aproximação de sua possível candidatura a deputado federal, junto com a da sua mãe, Vera Castelo Branco a deputada estadual.

EMANCIPAÇÃO

E o deputado Adjuto Afonso (PDT) comemorou ontem, a aprovação do PLP 137/15, na Comissão Especial da Câmara Federal, que trata sobre a emancipação de comunidades para se tornarem novos municípios. “Estou acompanhando de perto esse processo em Brasília, e vou falar com a Bancada do Amazonas e reforçar o pedido para que o projeto seja aprovado em plenário no dia 15 de maio, prazo previsto para votação”.

LISTADOS

As comunindades que lutam pela emancipação municipal no Amazonas seriam: Cacau Pirera (Iranduba), Novo Remanso (Itacoatiara), Santo Antônio do Matupi (Manicoré), Purupuru (Careiro), Itapeaçu (Urucurituba), Campinas do Norte (Caapiranga), Caviana (Beruri), Balbina (Presidente Figueiredo), Mocambo (Parintins), Caburi (Parintins), Pedras (Barreirinha), Cametá (Barreirinha), Vila Amazônia (Parintins) e Janauacá (Careiro Castanho). Atualmente, o Brasil possui cerca de 5.570 municípios

REPÚDIO

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) repudiou os atos de violência cometidos durante uma caravana do ex-presidente Lula, ontem (27) no Paraná. Dois ônibus da caravana teriam sido atingidos por dois tiros de arma de fogo. Ninguém se feriu. Vanessa ainda criticou a Polícia Rodoviária Federal do local, que segundo ela, teria assistido ‘passivamente’ aos atos de violência e não agiu.

SEM FEDERAL

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, classificou o ato como “inaceitável” e que Polícia Federal não deve investigar o caso porque o crime não teria sido federal e que cabe às autoridades estaduais atuar no caso. Jungmann também condenou confrontos entre militantes petistas e antilulistas. “Não podemos admitir confrontos e é preciso ter respeito” afirmou.

BATE-BOCA

O desembargador Djalma Martins, teria afirmado ontem, durante sessão de eleição para os cargos de direção do TJ-AM e do TRE-AM, que há ‘facções’ na mais alta corte do Judiciário amazonense. No local, Djalma também teria mandado a desembargadora Maria das Graças Figueiredo, ex-presidente da Casa, se calar e disse que havia hipocrisia no tribunal. O desembargador também expôs questões comentadas nos bastidores da vida pessoal de colegas desembargadores envolvendo infidelidade conjugal, chegando a citar nomes, criando um clima de tensão em relação a qual desembargador ele se referia. A sessão precisou ser interrompida, e ao final foi confirmado o desembargador Lafayette Carneiro como o vencedor da disputa, decisão que foi questionada por desembargadores mais antigos da casa.

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: