Em Lábrea, delegado é acusado de fornecer celular e acesso a internet para detento

Uma revista nas celas da delegacia de Lábrea, no interior do Amazonas, a 702 quilômetros de Manaus, resultou em uma investigação por parte da Polícia Civil e o investigado é o próprio delegado Paulo César Ferreira da Silva. Ele foi acusado por um detento de fornecer um aparelho celular a ele e também da senha de internet Wi-Fi.

Durante a revista, segundo um policial militar que participou das vistorias, e preferiu manter o nome em sigilo, foram encontrados dez celulares e em um deles estava conectado à internet, além do número de telefone do titular da delegacia estar salvo no aparelho. Conforme o PM, o próprio detento afirmou que o aparelho celular foi dado pelo delegado assim como também a senha do Wi-Fi.

O delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Mariolino Brito, informou que nenhuma delegacia do Amazonas possui roteador Wi-Fi e que as informações do detento serão apuradas. Segundo Brito, o delegado Paulo César foi retirado da função de titular de Lábrea e deve prestar esclarecimentos sobre as denúncias na sede da Delegacia Geral, em Manaus.

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: