Now Reading:
Corinthians despacha o São Paulo nos pênaltis e avança à final do Paulistão

Corinthians despacha o São Paulo nos pênaltis e avança à final do Paulistão

Nesta quarta-feira (28), em Itaquera, o Timão despachou o São Paulo na decisão por pênaltis, após devolver o placar de 1 a 0 no tempo normal – gol de Rodriguinho, aos 47 minutos do segundo tempo. Nas penalidades, brilhou a estrela de Cássio, que pegou duas cobranças (de Diego Souza e Liziero).

O Corinthians teve muita dificuldade para passar pela forte marcação do São Paulo. Rodriguinho nitidamente não jogou em plenas condições físicas, e o Timão sentiu falta de uma maior participação de seu principal jogador. Com o meio muito fechado, Carille tentou furar o bloqueio rival pelos lados, sobretudo com Clayson em cima de Militão. A equipe cresceu somente depois dos 20 minutos. Emerson Sheik teve duas chances em finalizações dentro da área, mas errou o alvo.

No segundo tempo, Carille ainda levou 15 minutos até mandar Pedrinho a campo, no lugar de Gabriel. E aí virou ataque (Corinthians) contra defesa (São Paulo). O Timão tinha muito mais posse de bola, mas não conseguia furar o bloqueio da defesa tricolor. Sidão mal trabalhou. No desespero, Carille ainda mandou Danilo a campo, na tentativa de ganhar algo no jogo aéreo. E o gol acabou saindo num escanteio, já aos 47, com Rodriguinho, de cabeça.

O São Paulo entrou em campo com a mesma formação do primeiro jogo, mas marcando mais em cima. Com forte marcação, os visitantes correram pouco perigo na defesa nos primeiros 30 minutos. Liziero era o grande destaque, mas Nenê também comandou bem o meio de campo, e Tréllez teve a melhor chance da etapa inicial, mas parou em Cássio. Com o tempo, o Corinthians foi avançando, e o São Paulo recuando. Ainda assim, o Tricolor conseguiu segurar o empate.

No segundo tempo, Aguirre perdeu Nenê, cansado, e o time perdeu sua referência no meio. Com isso, o Corinthians foi avançando, com mais posse de bola. Mas o sistema defensivo do Tricolor soube suportar a pressão. Até os 47… quando, num escanteio, Rodriguinho apareceu entre Militão e Bruno Alves para marcar, de cabeça.

A primeira metade da etapa inicial foi do São Paulo, marcando em cima, sem dar espaços. Nenê quase fez um gol olímpico, e Tréllez teve a melhor chance, cara a cara com Cássio, mas o goleiro levou a melhor. O Corinthians só foi melhor na segunda metade, quando teve mais paciência e inteligência para rodar a bola e chegar à área tricolor. Ainda assim, sem conseguir criar uma chance clara de gol.

No segundo tempo, logo aos 5, Nenê quase abriu o placar com um chutaço de fora da área que beliscou a trave esquerda de Cássio. No geral, porém, a bola ficou muito mais com o Corinthians, que rondava a área tricolor, sem conseguir furar a defesa adversária. O Timão terminou o jogo com 70% da posse de bola, mas nenhuma grande chance clara de gol. Até que, aos 47, surgiu Rodriguinho. De cabeça, ele completou escanteio cobrado por Clayson, fazendo o gol da vitória corintiana no tempo normal.

 Final: Corinthians 1 X 0 São Paulo

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: