Braga pretende fiscalizar empresas brasileiras no Paraguai | FHC estaria de olho em Huck | Sabá denuncia dispensa de licitações no Governo | Saiba mais!

FAVORÁVEL

E vários deputados estaduais fizeram questão de demonstrar voto favorável ao aumento da renumeração dos peritos da Policia Civil do Amazonas. Adjuto Afonso (PDT), Dr. Gomes (PSD), Alessandra Campelo (MDB), entre outros fizeram questão de divulgar em suas redes sociais, a ‘vitória’ na tribuna da ALE-AM.

TRIO FORTE

“O Trio é forte acelera Amazonas para as oportunidades” foi dizendo isso que o deputado Augusto Ferraz (DEM), fez um video-selfie com os deputados Pauderney Avelino (DEM) e Platiny Soares (DEM). “Bancada do Democratas, forte em busca de novas oportunidades para  o nosso Estado, reforçando nosso compromisso com o Amazonas ao lado nosso líder (Paudereny)” disse Augusto em alto tom, levando seus colegas aos risos.

ZFM AMEAÇADA

O Plenário do Senado aprovou ontem (8) a formação de uma comissão externa para avaliar o sistema de isenção tributária adotado pelo Paraguai. O pedido para criar o grupo de trabalho partiu do senador Eduardo Braga (MDB), que se preocupou com o grande número de empresas brasileiras migrando para o país vizinho, a intenção do senador seria visitar a ‘Zona Franca de Maquila’ para conhecer as tributações mais baixas utilizadas no Paraguai. “São grandes empresas que estão em um movimento coordenado, sistêmico e indo para uma zona de isenção fiscal que produz 100% para exportar para o mercado doméstico brasileiro” afirmou Braga.

HUCK NO PSDB

Segundo uma nota divulgada pelo site da revista Veja, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso estaria resolvendo insistir n candidatura do apresentador Luciano Huck à Presidência da República pelo PSDB. Apesar da suposta negativa de Huck a sua candidatura, um grupo de tucanos estaria avaliando a idéia após a possível saída de Lula do páreo, com isso aumentaria as chances do apresentador herdar grande parte dos votos do petista.

ATAQUES

O líder do PR na ALE-AM, deputado Sabá Reis, criticou o Governo do Estado pela prática de dispensa de licitações promovidas nos quatro meses de mandato do governador Amazonino Mendes (PDT), uma das dispensas teria chegado a R$ 12,5 milhões na Secretaria de Educação (Seduc) , o deputado já teria se pronunciado também sobre as dispensas de licitações na Central de Medicamentos do Estado. “É esse o governo que a gente vê gastando na televisão, com toda arrogância do mundo”, alfinetou Sabá.

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: