31.5 C
Manaus
Manaus, 16 de agosto de 2018
Portal Tucumã
Image default
Bastidores da Política

Rotta pode estar mirando em outras alianças | Wilker anuncia apoio a Amazonino | PT e PCdoB em ‘pé de guerra’ | Saiba mais!

AUSENTE

Após a ausência na convenção do PSDB e PSD, realizada no último sábado (4), o vice-prefeito Marcos Rotta (PSDB) parece que realmente deve tomar novos rumos daqui para a frente. Segundo informações, ele teria ficado extremamente chateado com a decisão do partido em excluí-lo dos lançamentos das candidaturas, e por isso decidiu se afastar das convenções e ficar ‘em off’ para todos.

NOVOS RUMOS

Porém, comenta-se nos bastidores que uma possível aliança com o governador Amazonino Mendes estaria sendo ensaiada. Rotta inclusive, estaria sendo cotado para assumir uma possível secretaria de Amazonino. Ele que era secretário da Seminf, foi orientado a sair do cargo para tentar uma possível candidatura ao Senado nestas eleições, caso que não ocorreu.

TROCA

O PHS que para muitos iria apoiar a candidatura de Omar Aziz (PSD), devido ser da base aliada do prefeito Arthur Neto (PSDB), decidiu em sua convenção neste domingo (5), que irá marchar ao lado de Amazonino Mendes. “O PHS tem coragem de fazer política. Nós não fazemos política com o fígado. Nós fazemos com o coração e a razão” disse o presidente do partido, vereador Wilker Barreto. Ainda na convenção, foram lançadas a candidatura de Wilker para deputado estadual, e do vereador Marcel Alexandre (PHS) para deputado federal.

CONFUSÃO

E as convenções do PT e PCdoB, realizadas na manhã deste domingo (5), foram cheias de polêmicas. De um lado o PCdoB, bradava que Vanessa teria que ser a candidata oficial ao Senado pelo PT. Do outro, o PT regional dizia que teria que ser Praciano, o partido petista ainda confirmou seu apoio à candidatura de David Almeida (PSB), após recebe-lo em sua convenção na Sede dos Metalúrgicos.

GRITARIA

Porém, como já informado, nem tudo foram ‘flores’, durante a convenção do PT, David Almeida e alguns dos seus aliados teriam sido hostilizados por alguns militantes petistas, que chamava o partido dele, o PSB, de ‘golpista’ por ser um dos que foram a favor do impeachment de Dilma Rousseff. Além disso, alguns presentes diziam que a candidatura de David não passaria do segundo turno. O PCdoB retirou seu apoio ao PSB devido a aliança dele com o PSL, já o PT além de compartilhar do mesmo pensamento, acredita que a presidente nacional do partido, Gleissi Hofmam, pode atender os pedidos futuros da senadora e amiga pessoal, Vanessa Grazziotin.

TOUR

Assim como no sábado (4), o domingo (5) foi bastante movimentado para o candidato a reeleição ao governo, Amazonino Mendes (PDT). Após prestigiar as convenções de Bosco, Rebecca e Wilker. Amazonino finalizou sua ‘tour’ ao lado Rebecca na convenção do PR, de Alfredo Nascimento. Durante o evento, o PR anunciou ainda a candidatura do ex-deputado estadual Marcelo Ramos para a disputa de uma das oito vagas da Câmara Federal.

CHAPA

O candidato a governador pelo PDT ainda participou também do ato partidário do Partido Popular Socialista (PPS), realizado na sede do Clube dos Sargentos e Subtenentes da Polícia Militar do Amazonas, no conjunto Beija-flor. Até o momento onze partidos apoiam a reeleição do governador Amazonino Mendes. São eles: PDT, PP, PHS, SOLIDARIEDADE, PV, PPL, PPS, PR, PRP, PTB e AVANTE.

Notícias Relacionadas