Nos 47 anos de “Chaves”, confira 10 curiosidades sobre o seriado

O seriado “Chaves, curinga do SBT e presente na grade do Multishow atualmente. A série teve sua primeira exibição no dia 20 de junho de 1971, no México, portanto, há 47 anos.

A seguir, mergulharemos no universo da obra de Roberto Gómez Bolaños e traremos curiosidades sobre o título e seus personagens, como Chaves, Quico, Chiquinha, Nhonho, Seu Madruga, Dona Florinda, Professor Girafales, Senhor Barriga, Bruxa do…, digo, digo, Dona Clotilde, entre outros.

1 – O verdadeiro nome do Chaves nunca foi revelado. Há boatos, no entanto, que o real nome seria inspirado em um ator italiano. Segundo essa teoria, o nome do menino seria Rodolfo Pietro Filiberto Raffaello Guglielmi, porém, de acordo com o Fórum Chaves, esta informação não procede.

2 – Há quem diga que o seriado “Chaves” estreou no SBT dentro do programa do palhaço Bozo, exibido em 1984 e contando com mais de 70 episódios comprados da Televisa, mas há quem defenda que o seriado estreou dentro da “TV Powww”, apresentado por Paulo Barbosa. Essa informação, por sinal, seria a mais correta. O canal de Silvio Santos adquiriu outros episódios em 1988, 1990 e 1992.

3 – Personagens misteriosos deram as caras, mas sumiram sem maiores explicações. Um deles foi Iara, que falou somente sete palavras e nunca mais voltou para fazer qualquer figuração. Elizabeth, porém, apareceu no episódio “O Festival da Burrice” (1974). Iara, por sua vez, participou da escolinha, enquanto os alunos faziam uma prova de desenho. Neste episódio, “Uma Aula de História”, Chiquinha pede para fazer “uma observação”.

4 – Além da misteriosa Iara, outras personagens participaram da escolinha, porém, sem ter seus nomes revelados. Há seis personagens que nunca foram chamados pelo Professor Girafales. Três deles, eram conhecidos somente por nome. São eles: Higino, Elisabete e Verônica.

5 – Rubén Aguirre, o Professor Girafales, tinha 1,95 m.

6 – Dona Neves, avó de Chiquinha, apareceu como uma personagem esporádica, com a saída de Seu Madruga, em 1979. Com a morte de Madruga em 1988, quem assumiu o espaço deixado por Madruga foi o carteiro Jaiminho.

7 – Quando Chespirito introduziu a Pópis no seriado, deu-lhe uma voz fanhosa. Porém, dias depois, um senhor falou a Chespirito que não assistiria mais o programa porque seu filho tinha tal problema e os colegas caçoavam dele na escola. Bolaños retirou a personagem do seriado, mas, um ano depois, Pópis retornou com voz normal.

8 – Por que Chaves? Na gíria mexicana, Chavo tem o significado de garoto, menino na idade de travessuras. O “Chavo” do seriado vivia dentro de um barril, na vila. O Chaves nasceu por conta da semelhança entre o movimento labial. Tanto Chaves quanto Chavo são palavras semelhantes e, em português, foi escolhido esse nome para o menino do oito. Originalmente, o nome do programa é “El Chavo del Ocho”, que traduzindo seria algo como “O Garoto do Oito”.

9 – Tangamandapio, onde o carteiro Jaiminho nasceu existe realmente. Mas não se trata de uma cidade e sim um município autônomo do México. Jaiminho entrou na série para suprir a ausência de Seu Madruga, em 1979. Em 1980, o velhinho deixou a série, mas retornou como morador da vila, em 1982. O nome completo do carteiro é Jaime Garabito. Em 2012, uma estátua foi inaugurada na localidade em homenagem à personagem que vivia querendo evitar a fadiga.

10 – Embora tratado como “vagabundo” e “preguiçoso”, Seu Madruga já foi vendedor de churros, coisas velhas e balões, sapateiro, cabeleireiro, fotógrafo, mecânico, pintor, leiteiro e carpinteiro entre outras profissões.

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: