31.5 C
Manaus
Manaus, 16 de agosto de 2018
Portal Tucumã
Image default
Bastidores da Política

Maia garante que irá lutar pela ZFM | Concurso da SSP-AM em votação | Aliança próxima entre Amazonino e Arthur | Saiba mais!

GARANTIA

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tranquilizou os parlamentares do Amazonas, garantindo a eles que a Câmara deve votar na primeira semana de agosto o projeto de decreto legislativo aprovado no Senado que suspendeu os efeitos do decreto número 9.934/2018, do governo Temer, que tenta reduzir os incentivos de impostos de 20% para 4% às indústrias de concentrados de refrigerantes do Polo Industrial de Manaus (PIM).

SATISFEITOS

Antes de seguir ao plenário, o projeto de decreto, de autoria da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) e subscrito por Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB), deverá ser apreciado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e Comissão de Finanças e Tributação (CFT), porém, Rodrigo Maia tem o poder de determinar que as comissões emitam parecer direto no plenário. Os três senadores demonstraram estar bastante satisfeitos com o compromisso do presidente e acreditam na aprovação do decreto.

URGÊNCIA

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Dermílson Chagas (PP) informou que espera que seja votado em regime de urgência, nesta quinta-feira (11), a Mensagem Governamental de n. 64/2018 que regulamenta o concurso público da segurança pública, após o requerimento aceita pela Mesa Diretora. A proposta para votação foi enviada pelo governador Amazonino Mendes (PDT) na última terça (11).

ORÇAMENTO

A proposta autoriza o Poder Executivo a incluir a ação no Plano Plurianual (PPA 2016/2019) e abrir um crédito adicional no valor de R$ 1,1 milhão dentro do orçamento 2018 da Secretária de Segurança Pública do Estado (SSP), para ampliação dos quadros da polícia militar, polícia civil e corpo de bombeiros. Dermílson ressaltou ainda que o concurso deverá realizado ainda neste ano, porém os que serão aprovados, só poderão ser chamados em 2019.

SUSPENSO

O conselheiro do TCE-AM, Júlio Cabral, suspendeu em decisão monocrática o concurso público da Prefeitura de Manacapuru para o preenchimento 951 vagas, com salário de R$ 954 a R$ 6 mil. O despacho foi assinado nesta quarta-feira (11) e atendeu a uma representação, com pedido de medida cautelar, protocolizada pelo procurador de Contas Evanildo Santana, o qual apontou mais de dez irregularidades no edital, previsto para acontecer em agosto deste ano. 

NOVAS ROTAS

Ainda diante das possíveis alianças entre os pré-candidatos ao Governo, estariam cogitadas também a parceria entre o governador Amazonino Mendes (PDT) e o prefeito Arthur Neto (PSDB), que para alguns daria muita dor de cabeça para alguns aliados, sobretudo para os pré-candidatos a deputados federais e estaduais. Tudo porque chapas e alianças que já se consideram ‘rivais’, teria que traças ‘novas rotas’.

Notícias Relacionadas