30.2 C
Manaus
Manaus, 23 de outubro de 2018

Jair Bolsonaro lança candidatura à Presidência da República

Na tarde deste domingo (22), o deputado federal Jair Bolsonaro, 63, oficializou candidatura à Presidência da República nas Eleições 2018, pelo Partido Social Liberal (PSL). Bolsonaro foi escolhido por aclamação de correligionários no encontro nacional da legenda, que ocorreu no Rio de Janeiro.

O partido adiou a escolha do vice. Segundo comunicado durante a convenção, o partido irá definir o nome até 5 de agosto. Mas existem especulações, de que a possível vice seja a advogada Janaina Paschoal (PSL), apesar de não ter sido confirmado.

Durante convenção, estavam acompanhando o candidato Jair Bolsonaro os filhos Carlos, Eduardo ,Flávio, a esposa Michele Bolsonaro e a advogada Janaina Paschoal.

Em seu discurso, Bolsonaro agradeceu a Deus, citou a Bíblia e destacou que, embora o PSL não seja um partido considerado grande, a legenda conta com apoio do “povo brasileiro”, e que o “Brasil não aguenta mais 4 anos de PT ou PSDB”.

“A partir desse momento, da confirmação da minha candidatura, passa a ser uma missão. Se estou aqui, é porque acredito em vocês. Se vocês estão aqui, é porque acreditam no Brasil. Não temos um grande partido, não temos fundo eleitoral, não temos tempo de televisão. Mas temos o que os outros não têm, que são vocês, o povo brasileiro.”

Também durante a convenção o PSL lançou a candidatura do deputado estadual Flávio Bolsonaro ao Senado Federal. O partido não terá candidato ao governo do Rio de Janeiro. No discuro, Flávio falou sobre união.

“O que nos une é o Brasil que a gente quer diferente com pessoas fortes, mas com sensibilidade. Ninguém que compra o pacote Bolsonaro se engana quando chega em casa. As pessoas concordam ou não concordam com os programas. A gente não está aqui para negociar nada”, disse.

Jair Bolsonaro nasceu em 21 de março de 1955. É natural de Campinas, interior de São Paulo. Militar da reserva, o pré-candidato cumpre o sétimo mandato consecutivo como deputado federal. Em 5 de janeiro, o parlamentar deixou o Partido Social Cristão (PSC) e anunciou que se filiaria ao PSL.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas

Com o slogan “Não perca a nova temporada de Vacinação contra o HPV” o Ministério da Saúde lança campanha de prevenção ao HPV neste mês de setembro

Daly Ruiz

Profissionais da Semed serão contemplados com progressão por tempo de serviço

Redator Tucumã

Avenida Djalma Batista ganha vida e beleza com o florescer de ipês

Redator Tucumã
%d blogueiros gostam disto: