34.5 C
Manaus
Manaus, 22 de outubro de 2018

Incêndio destrói o Museu Nacional na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão

Incalculável para o Brasil a perda do acervo do Museu Nacional. Foram perdidos 200 anos de trabalho, pesquisa e conhecimento. O valor p/ nossa história não se pode mensurar, pelos danos ao prédio que abrigou a família real durante o Império. É um dia triste para todos brasileiros

Um incêndio de grandes proporções atinge o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, na noite deste domingo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, cerca de 50 homens de três quartéis estão no local combatendo as chamas.

A assessoria do Museu Nacional informou que ainda não está claro o que deu início ao incêndio, sendo necessário esperar o trabalho dos bombeiros para obter mais informações. Embora domingo seja um dia de visitações frequentes, o museu fechou às 17h e, neste horário, não há mais ninguém no local além dos funcionários de segurança. No momento em que as chamas começaram a se alastrar, haviam quatro vigilantes no prédio.

Os três andares do palácio abrigam um acervo de 20 milhões de itens, incluindo documentos da época do Império; fósseis; coleções de minerais; e a maior coleção egípcia da América Latina. Trata-se da instituição científica e do museu mais antigos do Brasil, tendo em maio último completado 200 anos. A visitação média mensal é de 5 a 10 mil pessoas.

Notícias Relacionadas

Sobe para 31 total de feridos em acidente com ônibus em São Paulo

Celso

Petrobras entra para grupo de petroleiras voltado para reduzir emissões de gás

Celso

Petrobras quer que Gleisi Hoffmann devolva R$ 1 milhão aos cofres da empresa

Redator Tucumã
%d blogueiros gostam disto: