29.5 C
Manaus
Manaus, 21 de outubro de 2018

“Doutor Bumbum” e mãe são presos no Rio de Janeiro

Após quatro dias como foragido da Justiça, o médico Denis Cesar Barros Furtado, mais conhecido como Doutor Bumbum, foi preso na tarde desta quinta-feira, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

De acordo com a Polícia Militar, ele foi encontrado por militares do 31º BPM (Barra da Tijuca) em um centro empresarial.

Denis Furtado é acusado de provocar a morte da bancária Lilian Calixto, de 46 anos, após um procedimento estético dentro de um apartamento na Barra.

Mãe e filho são os principais investigados na morte da bancária Lilian Quezia Calixto de Lima Jamberci, de 46 anos, após ela ter se submetido a um procedimento estético no apartamento dele, na Barra da Tijuca.

O Disque Denúncia do Rio de Janeiro oferecia R$ 1 mil por informações que levassem à prisão dele e da mãe, Maria de Fátima Barros Furtado, de 66 anos.

O “Dr. Bumbum” se pronunciou através de um vídeo publicado em seu perfil no Instagram, na tarde desta quinta-feira, antes de ser preso.

Em seu relato, ele diz que é um mistério a causa da morte de Lilian Calixto e que as acusações de que ele não é médico e que não era habilitado para realizar o procedimento são “injustiças”.

“Boa tarde senhores. Como todo mundo sabe, aconteceu uma fatalidade, mas uma fatalidade acontece com qualquer médico”, disse o doutor Bumbum.

VEJA:

Notícias Relacionadas

​Bebê sobrevive após ser arremessado de ponte com 30 metros de altura em São Luiz​

Celso

Como é viver na cidade mais pobre do Brasil?

Suammy Saiury

Comandante do Exército se diz preocupado com emprego de militares nos Estados

Redator Tucumã
%d blogueiros gostam disto: