30.2 C
Manaus
Manaus, 23 de outubro de 2018

Diego volta a Santos de olho em reviver passado campeão

Usada por Pelé, a camisa 10 do Santos é, talvez, a mais mítica do futebol mundial. Mas nem todos sentem o peso de ter a sombra do Rei. No início de 2002, com apenas 16 anos, um Menino da Vila e de Ribeirão Preto assumiu a responsabilidade. No mesmo ano, veio o primeiro dos dois títulos brasileiros que viria a conquistar. Já consagrado nos gramados pelo mundo, Diego agora volta à Vila Belmiro querendo reviver o passado campeão.

Com apenas 17 anos, coube ao hoje camisa 10 do Flamengo ser a referência do meio de campo santista. E ele correspondeu. Depois do heroico título de 2002, com direito a eliminação de dois rivais, Diego ainda participou do início da campanha vitoriosa de 2004. Sua última partida foi uma vitória sobre o Internacional, por 3 a 0, em sua casa, a Vila Belmiro. Passados 14 anos, o meia quer repetir a trajetória de glórias, agora vestindo rubro-negro.

– Tenho um eterno sentimento de respeito e gratidão pelo Santos. Não é novidade para ninguém, por tudo o que o clube me proporcionou desde que cheguei, aos 11 anos até a saída, com 19 anos. Reencontrar o Santos é sempre uma alegria e um prazer muito grande. Hoje eu defendo a camisa do Flamengo com muito orgulho, estou muito feliz aqui, mas o respeito vai existir sempre por lá – declarou, no lançamento do novo uniforme número 3.

– Diego é um líder nato e todo time grande necessita de um jogador com esse perfil de liderança. Além de ser um profissional raro no mundo do futebol e exemplo para os mais novos. Dentro de campo já teve uma fase melhor no Flamengo, mas entrega mais do que Everton Ribeiro, diz torcedor em rede social.

Notícias Relacionadas

Sul América defende sua invencibilidade

Redator Tucumã

Marta é indicada ao prêmio de Melhor Jogadora pela 14ª vez

Redator Tucumã

Cristiano Ronaldo na Juventus

Redator Tucumã
%d blogueiros gostam disto: