Cresce o número de queimadas no Estado e Sema realiza reunião de emergência

A secretaria do Estado de Meio Ambiente (Sema) reativou em caráter de urgência, nesta quarta-feira (07/08), o Grupo de Trabalho (GT) de Queimadas em uma reunião de emergência realizada no Espaço Tapirí Ambiental do Instituto de Proteção Ambiental (Ipaam), na avenida Mário Ypiranga n° 3.280, bairro Parque Dez, zona Centro-Sul de Manaus, que contou com a participação de representantes de 19 órgãos de controle ambiental estaduais, federais e municipais.

De acordo com o secretário executivo da Sema, Adilson Cordeiro, o colegiado foi reativado com urgência em decorrência do grande número de focos de queimadas registrado na primeira semana de agosto, principalmente nos oito municípios do Sul Amazonas. Na região, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) registrou 308 focos de calor, sendo 50% desse total, no municípios de Apuí (distante 453 quilômetros de Manaus) e Novo Aripuanã (227 quilômetros da capital).

Cordeiro destacou a importância do GT das Queimadas para garantir apoio à operação de prevenção e combate ao desmatamento e controle de queimadas, realizada pela Sema, Ipaam e o Batalhão Ambiental da Polícia Militar em Apuí e Novo Aripuanã desde segunda-feira (06/08). “Estamos tendo grande índice de focos de calor no Estado e resolvemos reativar o grupo para que eles venham somar com o trabalho que vem sendo realizado em campo com os agentes de fiscalização”, disse.

Números ─ Na reunião, o secretário adjunto de Gestão Ambiental da Sema, coronel PM Denis Sena, apresentou os números dos focos de calor no Amazonas em comparação ao ano de 2017. Segundo ele, no período de janeiro a junho ano passado, no Estado, foram registrados 264 focos de incêndios florestais. Este ano somaram 361 focos, um aumento de 36%, no mesmo período de 2017. Apuí e Novo Aripuanã lideram os registros do Inpe.

Segundo Sena, atualmente, o Ipaam e Sema vêm realizando trabalhos de prevenção às queimadas nos 62 municípios amazonenses, como a capacitação de novos Agentes Ambientais Voluntários (AAV), que atualmente somam mais de 1,3 mil e alertas semanas de boletins de queimadas enviados as prefeituras do interior, informando sobre os focos de calor, previsão do tempo e a subida e descida dos rios, além do trabalho de Educação Ambiental com a campanha “Diga Não ao Fogo”.

Instituições ─ Estiveram presente no encontro, representantes da Sema, Ipaam, Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Batalhão Ambiental, Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente (Bifma), Defesa Civil do Estado, Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

A Secretaria de Produção Rural do Amazonas (Sepror), Polícia Civil, Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (Icmbio), Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Prefeituras de Boa Vista do Ramos, Careiro Castanho e Itacoatiara, Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam) e Fundação Amazonas Sustentável (FAS) também enviaram representantes.

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: