Corrida pelo vice continua! | Marcelo segue analisando alianças | Amazonino em busca de parcerias políticas | Braga e Vanessa juntos novamente | Saiba mais!

Acordo I

Ao que parece, o ex deputado estadual Marcelo Ramos (PR) ainda segue na disputa em ser candidato ao governo do Estado pelo seu partido, ele vem insistindo com o presidente regional da sigla, Alfredo Nascimento, para alavancar sua candidatura, porém Alfredo já estaria de alianças com o ex-prefeito Amazonino Mendes (PDT) para as eleições suplementares ao Governo do Estado.

Acordo II

Por sua vez, Amazonino bem que gostaria em ter Marcelo como seu vice, mas acredita-se que talvez ele não aceite, pois desejaria ser cabeça de chapa na campanha. Quem também vem tentando ter Marcelo como vice é Eduardo Braga, porém nenhum acordo foi firmado até o momento, as articulações colocadas em questão dão conta de que tudo será definido realmente na sexta-feira (16).

Páreo

Esta quarta-feira (14) será decisiva para que o pré-candidato ao governo pelo PSB, Marcelo Serafim, anuncie o nome de seu candidato a vice. Ainda perguntado qual seria o nome cogitado para o cargo, Marcelo descartou qualquer nome por enquanto, porém informações dão conta de que os nomes mais cotados são os vereadores Chico Preto (PMN) e Willian Abreu (PMN).

Apoio anunciado

O comitê estadual do PCdoB deliberou em assembléia realizada no último fim de semana que irá apoiar a pré-candidatura do senador Eduardo Braga (PMDB-AM) ao governo do Estado na eleição de agosto. De acordo com um documento, divulgado pelo presidente do partido, Eron Bezerra, o PCdoB pretende “construir uma candidatura eleitoralmente viável”.

Troca de apoio

Porém o que se pode identificar, é que o apoio dos comunistas poderia ser uma clara sinalização para as eleições do ano que vem, tudo porque  Vanessa Grazziotin (PCdoB) tentará se reeleger ou como senadora do Amazonas ou por uma vaga na Câmara dos Deputados, e deverá contar com o apoio de Braga nesta campanha futura.

Favorável

O deputado Pauderney Avelino (DEM) resolveu ficar ao lado de Michel Temer, e explicou seus motivos dizendo que “o  país precisa de ordem e paz”.  Além de dizer que, quem está desempregado quer um emprego, e afirmar que a economia já estaria dando sinais de que está voltando a crescer. “Assim, se não houver novos fatos, sou a favor da permanência de Temer!” afirmou o deputado.

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: