31.5 C
Manaus
Manaus, 17 de agosto de 2018
Portal Tucumã
Image default
Mundo

Adolescente que lançou fogos e começou incêndio florestal é multado em R$ 137 milhões

Um adolescente que começou um grande incêndio terá que restituir os cofres públicos em US$ 37 milhões (R$ 137 milhões). O jovem de 15 anos, natural de Washington, lançou fogos de artifício em um cânion do estado americano do Oregon, no ano passado, o que queimou o mato seco e desencadeou chamas por uma área de 194 quilômetros quadrados.

As labaredas causaram o esvaziamento da região, o fechamento de uma rodovia interestadual e a destruição do parque turístico Columbia River Gorge. O juiz do Circuito de Hood River County, John A. Olson, concedeu a ordem de restituição para compensar os custos do combate ao incêndio, da reparação e restauração do desfiladeiro e dos danos às casas. Serão reembolsados o Serviço Florestal dos Estados Unidos e o Departamento de Transportes do Oregon, por exemplo.

O rapaz reconheceu ter cometido irregularidades e contou ter lançado dois fogos de artifício no cânion Eagle Creek em 2 de setembro. As chamas se espalharam rapidamente. A ordem do juiz ressalta que o jovem pode estabelecer um plano de pagamento. Após 10 anos, se obedecer às normas do processo e não cometer outros crimes, o acusado poderá parar de pagar a conta.

Em audiência da semana passada, o advogado do garoto havia pedido uma punição “razoável e racional”. O defensor considerou “absurda” a restituição de US$ 37 milhões, que só cabe ao adolescente, e não a seus pais, vindos da Ucrânia para os Estados Unidos. No processo, o juiz considerou que a maior quantia imposta a jovens no Oregon havia sido R$ 114 mil.

O acusado ainda precisou escrever mais de 150 cartas de desculpas às pessoas afetadas pelo incêndio e vai cumprir 1.920 horas de serviços comunitários.

A área nacional do Columbia River Gorge atrai mais de três milhões de turistas por ano e possui a maior concentração de cachoeiras da América do Norte. O incêndio rápido devastou trilhas populares e atingiu vistas deslumbrantes.

A lei estadual permite que o Departamento de Receita do Estado de Oregon conteste as contas bancárias ou contracheques do adolescente. Se ele tiver rendimentos em suas declarações de impostos, o erário pode reivindicá-los. Se ele ganhar na loteria, o estado também poderá coletar todos os seus ganhos.

Notícias Relacionadas