Empresário ligado a fornecedor de quentinha a presídios no RJ é preso

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (1º/6) a Operação Ratatouille, desdobramento da Lava Jato, com o objetivo de desarticular um esquema criminoso de desvio de recursos destinados ao fornecimento de merenda escolar e alimentação de detentos no estado do Rio de Janeiro, tendo como contrapartida o pagamento de propina a autoridades públicas.

As investigações, iniciadas há seis meses, indicam o pagamento de pelo menos R$ 12,5 milhões em vantagens indevidas a autoridades públicas por um empresário do ramo de alimentação que mantinha contratos com o governo carioca. O empresário Marco Antônio de Luca, ligado às empresas de alimentos Masan e Milano, foi preso.

A Masan tem vários contratos de fornecimento de comida com o estado. Juntas, as empresas Masan e Milano receberam mais de R$ 200 milhões do estado do Rio nos últimos 10 anos. Segundo as investigações, Marco de Luca pagou propina para a organização criminosa liderada por Cabral para ganhar os contratos. São investigados acordos de alimentação hospitalar, escolar e de presídios.

O preso será indiciado por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Após os procedimentos de praxe, ele será encaminhado ao sistema prisional do estado.

Quarenta policiais federais cumprem um mandado de prisão preventiva e nove mandados de busca e apreensão, expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal/RJ, na capital fluminense (Barra da Tijuca, Centro, Ipanema e Leblon) e nos municípios de Mangaratiba/RJ e Duque de Caxias/RJ.

O nome da operação remete a um prato típico da culinária francesa, em referência a um jantar em restaurante de alto padrão em Paris/França, no qual estavam presentes diversas autoridades públicas do estado do Rio de Janeiro e empresários que possuíam negócios com o estado.

Marco de Luca é um dos integrantes do grupo que colocou guardanapos na cabeça na foto que registrou o momento, onde aparece ao lado de Cabral. Veja imagem abaixo:

A

Com informações do G1

Comente com o Facebook
Input your search keywords and press Enter.
%d blogueiros gostam disto: